Mais de 50 aves mortas sangrando pelos olhos e boca na Austrália

0

dilettantiquity / Flickr

Mais de 50 aves mortas sangrando pelos olhos e boca na Austrália

Aves da espécie pequena corella

Cerca de 60 pássaros caíram do céu numa pequena cidade em Adelaide, na Austrália. Quando encontrados, a maior parte já estava morta e sangravam pelos olhos e pela boca, o que leva os veterinários a acreditar que este seja um caso de intoxicação em massa.

De acordo com um relatório do Guardian, quando as aves da espécie corella – nativas do país – foram encontradas, estavam a gritar.

Estas “não podiam mais voar, estavam a sangrar pela boca. O que víamos era algo saído de um filme de terror”, afirmou Sarah King, fundadora da Casper’s Bird Rescue, segundo noticiou o All That’s Interesting (ATI).

Foi a equipe de Sarah King que descobriu os pássaros. “Estes estavam literalmente a cair das árvores, a cair do céu”, descreveu. Os espetadores incluíram crianças da escola primária de One Tree Hill.

Numa publicação no Facebook, equipes de resgate da Casper’s Bird Rescue disseram que o incidente deixou as crianças “muito chateadas”, por verem “pássaros a cair do céu, com dor e com sangue a sair das suas bocas”.

A veterinária Trudy Seidel, que estava no local, disse à ABC Australia que “é mais do que provável que tenham sido envenenadas”.

As análises realizadas aos pássaros depois de mortos “mostraram que estavam cheios de grãos, mas não temos nenhuma toxicologia para saber com certeza”, explicou. As equipas de resgate contactaram a Biosecurity South Australia para analisar as aves, de forma a verificar se tinham padecido devido a alguma doença exótica.

Das 60 aves resgatadas, 58 já estavam mortas quando foram encontradas. As que tinham conseguido sobreviver foram sacrificadas por veterinários porque o susposto veneno que ingeriram causaria uma morte lenta e dolorosa. Até agora, os resultados do relatório toxicológico ainda não foram concluídos.

Existem duas espécies diferentes: a pequena corella e a corella de bico longo. A pequena corella é considerada uma praga no sul da Austrália, tanto que o conselho da Alexandrina descreveu as aves como um “incómodo para a comunidade”. O conselho chegou a ponto de propor o gaseamento da população local.

“Embora algumas pessoas gostem de ver as pequenas corellas no meio ambiente, grandes bandos nas áreas urbanas e rurais podem causar problemas consideráveis”, pode ler-se no site da câmara de Alexandrina.

Estes pássaros “causam danos à infraestrutura, como edifícios, postes, luzes, estruturas de madeira e equipamentos desportivos. Também causam danos significativos à vegetação, incluindo árvores e plantações”.

Sarah King disse que as equipas de resgate contactaram o conselho local depois de encontrarem as aves mortas, mas este insistiu que apenas herbicidas não-venenosos foram utilizados ​​nas plantações locais.

A pequena corella é listada como desprotegida pelo governo do estado, mas a corella de bico longo é uma espécie protegida. Das que foram encontrados mortas em Adelaide, apenas três eram da espécie não protegida.

“As aves afetadas são da espécie protegida. É um facto importante”, explicou Sarah King. “Esta não é uma maneira de lidar com a situação. Também é contra a lei”.

Uma porta-voz do Departamento de Meio Ambiente e Água do estado disse que a causa da morte dessas aves ainda não foi oficialmente confirmada e que os testes a doenças e toxinas podem levar várias semanas a ficarem concluídos.

You might also like

Leave A Reply

Your email address will not be published.