Como Fazer Cães e Gatos Viverem em Harmonia

Mesmo que os cães e gatos tenham uma relação natural de caça e caçador, é possível que eles se tornem amigos e dividam um mesmo espaço em casa, compartilhando bons momentos e se divertido juntos por toda a vida. Quem quer ter esses dois animais em casa, se possível, deve optar por acostumá-los desde pequenos juntos. Enquanto eles são filhotes, a interação entre eles é muito mais rápida e menos perigosa para ambos. Por isso, basta colocá-los no mesmo ambiente e permitir que se cheirem, evidentemente com acompanhamento do dono.

Alguns direitos reservados por Qole Pejorian

Para permitir que os animais se conheçam, evidentemente a presença do dono é imprescindível para evitar alguma briga.

Caso um dos bichinhos ou ambos já forem adultos, as coisas mudam um pouco de figura, mas com dedicação é possível fazer essa relação dar certo. Se o gatinho adulto for o primeiro a morar na casa, as coisas se tornam mais fáceis e a convivência com o cão filhote que chegou é mais rápida. Quando é o cão adulto ou sênior que já morava na casa e um gatinho filhote chega, é importante apresentá-los em um ambiente neutro do local de convivência de ambos, ou seja, fora da casa. Nesse caso, o gatinho pode ficar em uma caixinha de transporte e o cão seguro por uma guia, para que assim ambos se examinem através do cheiro e depois retornem juntos para dentro da moradia.

Como Fazer Cães e Gatos Viverem em Harmonia

Na casa, o dono nunca deve deixá-los em um mesmo ambiente sem supervisão, sendo que a aproximação entre eles deve ser feita aos pouquinhos. O dono deve colocar o gato no colo e deixar o cão cheirá-lo, onde essa situação pode fazer com que as pessoas aproveitem a situação para fazer cafuné no cachorrinho. Assim o cãozinho irá entender mais facilmente que o felino agora é um membro da família e querido pelos seus donos. Isso depende bastante do comportamento do cachorro, que ao longo do tempo de convivência com o gato não tentará mais morder e o gato também não ficar bravo e arrepiado para arranhar o cão. Quando isso acontecer, a possibilidade de começar a deixá-los em casa e no mesmo ambiente é alta, mas entre os dois o cão provavelmente será o mais difícil de acostumar com a situação.

Pouco a pouco, o gato deixa de ser uma novidade para o cãozinho que vai aprendendo a conviver calmamente com o bichano. Por isso, o dono precisará ter paciência até esse dia chegar e ficar sempre alerta, principalmente quando os dois estiverem perto um do outro. Se o gatinho for filhote, o cuidado tem que ser redobrado, pois além dele ser menos experiente para fugir do cão, ele é muito mais frágil que um gato adulto se tornando uma presa fácil.

Por fim, sempre será importante que cada um tenha o seu espaço com casinha e caminha, bolinhas de brinquedo, caixa de areia, rações apropriadas para ambos entre outros. Conforme o passar do tempo, a amizade dos dois irá crescer e eles acabarão vivendo bem juntos e se tornando bons amigos.

Como Fazer Cães e Gatos Viverem em Harmonia

FONTE: PETLOVE

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *