Diferença entre o bichon frisé e o poodle

0

Muita gente confunde o poodle e o bichon frisé. Bastante companheiros de seus tutores, peludos e cativantes, esses cachorros fazem a alegria de quem convive com eles, mas existem várias diferenças entre as duas raças. Quer saber quais são elas?

Diferença entre o bichon frisé e o poodle

As variações de poodles pequenos que são tão comuns no Brasil há décadas, originaram na verdade do poodle gigante, o menos habitual por aqui. Os poodles menores foram “desenvolvidos” na França por meio de seleções artificiais, enquanto os grandes eram criados na Alemanha muito antes disso.

Diferença entre o bichon frisé e o poodle

Os poodles podem ter várias cores. Apesar do branco ser o mais lembrado, podemos ver poodles negros, chocolate, fulvo (avermelhados), cinza e até bicolores. Nem todas as cores que conhecemos de poodle são aceitas pelos clubes de criadores, sendo consideradas em alguns casos uma espécie de mutação.

O pelo do poodle pode ser encordoado ou encaracolado, sem subpelo. Poodles não perdem pelos com frequência, mas precisam ser escovados diariamente a fim de não desenvolverem nós.

O temperamento do poodle

Poodles pequenos e médios são valentes e tendem a latir bastante quando não ensinados desde filhotes. Eles são muito leais aos seus donos, podendo parecer um tanto quanto protetores.

O poodle pequeno, criado para ser um cão de companhia, costuma nos acompanhar por todos os lugares que vamos. Eles adoram ficar ao nosso lado no sofá e sentem falta dos pais humanos quando ficam sozinhos.

Os poodles, se socializados corretamente, se dão bem com outros cachorros e animais de diferentes espécies. Extremamente inteligentes, eles gostam de agradar seus tutores fazendo truques e se mostrando obedientes.

Diferença entre o bichon frisé e o poodle

Sempre branquinho, o bichon frisé é um cachorro criado desde o século XV como cão de companhia. Também chamado em alguns lugares do mundo como “cão do Tenerife”, ele apresenta uma pelagem dupla que confere a ele uma aparência fofa e muito amistosa.

O pelo do bichon frisé é fino e sedoso, mas enrolado de uma maneira diferente – que não deixa os “cachinhos” tão evidentes. Diferentemente do resto do corpo, seu rabo tem um pelo liso.

Por conviver conosco há muito tempo, ele gosta muito de estar por perto de seres humanos, normalmente se dando bem inclusive com estranhos, fazendo a alegria das visitas.

O temperamento do bichon frisé

O bichon frisé, por muito tempo, acompanhou reis e rainhas do mundo todo. Houve uma época, porém, que sua popularidade caiu e a raça passou a integrar números de circos, fazendo um enorme sucesso.

Inteligentes e obedientes, eles aprendem truques com muita facilidade, bem como o que é certo ou errado. Dentre os cães de companhia, podemos dizer que essa é uma das raças que menos testa seus tutores, sempre se mostrando disposto a interagir e responder positivamente aos comandos e ensinamentos que recebe.

A raça costuma ser sociável e aceitar bem outros pets e pessoas. Eles sentem falta de companhia e podem ficar tristes ou estressados quando se sentem “abandonados”.

Diferenças entre o poodle e o bichon frisé

Como vimos, embora o poodle branco possa se assimilar um pouco fisicamente com o bichon frisé, o tipo de pelo que possuem é diferente. As tosas de cada uma das raças também são bem distintas: o bichon frisé tende a ficar mais fofo e arredondado com tesoura, enquanto o poodle costuma aparecer com cortes mais marcados, comumente “guiados” pelo uso da máquina de tosa.

O temperamento deles também é um pouco diferente, fazendo com que o poodle se mostre mais protetor e o bichon frisé mais tranquilo neste sentido. Ambos são ótimos para quem busca um cachorro pra família, se destacando pela inteligência e sendo educados facilmente.

Vale lembrar ainda que o bichon frisé só existe na cor branca, mas os poodles podem ter pelagens bem mais variadas.

Diferença entre o bichon frisé e o poodle

FONTE: PETLOVE

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.