História da raça cavalier king charles spaniel

0

Meigo, simpático e com um pelo incrível ao toque, o  cavalier king charles spaniel é um descendente direto – e mais moderno – do king charles spaniel, raça favorita do Rei Charles (Carlos) da França. Muita gente se confunde e acha que são cavaliers que aparecem em quadros antigos, mas na maioria dos casos é seu parente mais velho ou os que na época eram chamados “toy spaniels” que ilustravam as pinturas da realeza de pessoas da nobreza.

De orelhas compridas e um temperamento extremamente dócil, o cavalier conquistou casas no mundo inteiro. Super receptivo com as visitas desconhecidas e com outros animais, o cavalier king charles spaniel pode ser considerado um dos companheiros mais tranquilos e fáceis de socializar.

História da raça cavalier king charles spaniel

História da raça cavalier king charles spaniel

A história do cavalier king charles spaniel

Embora seja considerado um spaniel (que tipicamente são cães de caça e super agitados), o cavalier foi criado na década de 1920 para ser um cachorro de companhia. Super bem selecionado, ele é amoroso e obediente, sendo um pet bastante fácil de lidar – mesmo quando você não faz parte da família.

Na Grã-Bretanha, seu local de origem, o cavalier king charles spaniel é considerado uma recriação “otimizada” do king charles spaniel. Antigamente, as raças eram consideradas uma só, mas diferenças físicas, principalmente, fizeram com que o cavalier fosse registrado em 1945 como um tipo a parte dos “king charles spaniels”.

Acredita-se que os “toy spaniels” frequentemente vistos no século XVIII muito se assemelhavam com os cavaliers que hoje conhecemos e é possível que alguns deles, atualmente, seriam considerados cavaliers e não king charles.

História da raça cavalier king charles spaniel

FONTE: PETLOVE

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.