Moscas de Estábulo

Moscas de EstábuloCerca de 10 mil cabeças de gados de São Paulo, no município de Santa Rosa, perderam 30% de seus pesos por conta das moscas de estábulo. Este foi o saldo final contabilizado pelos produtores da região, que vem amargando sucessivas perdas econômicas com a praga.

É que os animais, por conta do estresse causado pelas picadas, deixaram de produzir a quantidade esperada de leite.  O prejuízo também veio para o abate.

O clima quente, juntamente com as fezes dos animais e a palha, são combinações propicias para a reprodução destas moscas.

E o que é pior: os inseticidas usados pelos criadores não vem surtindo efeito. De acordo com pesquisadores do setor agropecuário da região, a mosca possui um comportamento que inviabiliza o uso destes inseticidas, sendo que picam o animal, e, logo em seguida, foge para outro local.

Com isso os produtores vêm testando um produto mais forte eficaz, com resultados melhores, capaz de matar o inseto assim que encostar-se ao animal. Este produto está sendo aplicado na região do pescoço dos gados, com resultados bons sendo apresentados até o momento.

Entretanto, depois da aplicação do produto, considerado muito forte e concentrado, o animal precisa de um período de aproximadamente um mês antes do abate ou para o leite. É que os resíduos químicos precisam ser eliminados neste período.

 

O produtor deve estar atento a qualquer sinal que o animal manifestar em relação aos defensivos aplicados no combate as moscas. Saiba mais.

Fonte: Agroline

Atualizado em: 4 de agosto de 2016

FONTE: Revistaveterinaria.com.br/bovinos/

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *