Por que meu gato “mama” no cobertor, edredom ou roupas?

0

A gente corre pra pegar o celular quando vê o gato todo folgado, afofando um cobertor e “mamando” ele confortavelmente. O momento é tão fofo que a gente só se preocupa em registrá-lo pra compartilhar nas mídias sociais, mas, afinal, por que os gatos “mamam” alguns tecidos?

Por que meu gato “mama” no cobertor, edredom ou roupas?

Existem várias respostas para essa pergunta, a mais óbvia é: porque eles foram separados muito cedo de suas mães (as biológicas, tá?). Os gatinhos tirados das mamães com menos de oito semanas ficam “órfãos de mamadeira” e por isso podem compensar esses momentos no edredom ou naquela sua blusa preferida. Assim como uma criança o chupa o dedo, um gatinho não resiste molhar o cobertor para aumentar a sensação de bem-estar e conforto. É como se ele lembrasse da segurança de estar cercado por sua mãe e de seus companheiros de ninhada.

Por que meu gato “mama” no cobertor, edredom ou roupas?

Outra resposta para essa pergunta pode estar ligada à raça do animal. Os gatos orientais, como os Siameses, por exemplo, têm  probabilidade maior de “amamentar-se” em tecidos do que outros gatos. Embora não haja nenhuma causa genética comprovada, é sabido que os gatos de raças orientais exigem um período de desmame mais longo.

E pra você explodir de felicidade, saiba que quando o seu bichano fica sentado no seu colo e “mamando” na sua roupa é sinal que ele tem total confiança na sua capacidade de protegê-lo! Afinal, o gato precisa de muita concentração para o ato e não desligaria o seu alerta caso não estivesse se sentindo 100% seguro na sua companhia. Confessa que, depois dessa, ficou impossível reclamar de qualquer rastro de baba e pelos que o seu gato deixar em você, não é mesmo 😬?

Preocupação escondida

Infelizmente, por trás de tanta fofurice uma preocupação pode estar escondida. Quando o peludinho estiver constantemente com a boca em cobertores, edredons, roupas ou outros tecidos é preciso ficar atento, pois pode ser um sinal de nível de estresse elevado. Ou seja, ele está fazendo isso para se acalmar e sentir-se seguro. O recomendado é acompanhar mais de perto a rotina do gato e ter mais tempo para brincadeiras – para que ele se sinta mais feliz e seguro. Uma conversa com o médico veterinário também é de grande valia.

Agora que você está por dentro do assunto, não deixe de compartilhar com a gente se você conseguir registrar uma “mamada” do seu gatinho daquelas cheia de amor e confiança. É só postar nas mídias sociais com a #petlove! 

Por que meu gato “mama” no cobertor, edredom ou roupas?

FONTE: PETLOVE

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.