Terrier brasileiro em apartamento

0

O terrier brasileiro, também conhecido como fox paulistinha, é um cachorro cheio de vida, alegre e brincalhão que costuma se dar bem com tutores enérgicos e que adoram uma aventura.

Apesar de ser um cão pequeno, ele não é do tipo que se contenta passando horas no sofá de casa. O fox paulistinha, na verdade, gosta muito de fazer longos passeios e brincar com bolas e outros objetos que possa perseguir.

Terrier brasileiro em apartamento

Terrier brasileiro em apartamento

O terrier brasileiro precisa de muita atividade

Cheio de energia e muito ativo, o terrier brasileiros precisa de bastante atividade física e mental, caso contrário se mostrará frustrado, comumente descontando em móveis da casa e/ ou latindo em excesso.

Espertos como são, podem se dar muito bem com técnicas de enriquecimento ambiental, especialmente aquelas em que seus pais humanos escondem seus brinquedos favoritos ou petiscos pela casa.

Brinquedos interativos também são uma boa opção para o fox paulistinha, que pode ficar horas tentando acabar com a comida úmida colocada em seu mordedor. Para eles, indicamos modelos como Kong ou Pet Games.

Posso ter um terrier brasileiro em apartamento?

Muitos amantes da raça pensam se devem ter um cachorro tão vivaz dentro de um apartamento, mas como sempre dizemos: é possível ter qualquer cão em um ambiente reduzido, desde que respeitemos suas necessidades.

Ter um fox paulistinha em apartamento pode não ser algo tão simples, uma vez que não é uma raça que ficará bem o dia todo sem fazer nada, dormindo. O ideal é realizar pelo menos dois passeios por dia com o pet e, quando isso não for possível, busque a ajuda de serviços especializados.

Contrate um dogwalker

Se você não tem tempo para levar seu cachorro terrier brasileiro para passear, contrate um dogwalker. Peça indicações para seus amigos e conhecidos ou utilize um serviço que seja de confiança.

Um bom passeio poderá fazer com que seu pet gaste sua energia acumulada e se sinta bem como espécie, não destruindo sua casa.

Ensine seu cachorro a não latir sem motivo

Raças que costumam latir podem ser um problema em condomínios. Desde filhote, chame a atenção do seu cachorro se ele latir à toa. Mostre a ele que latir é permitido, porém nunca em excesso.

Fique atento às regras do seu condomínio

As regras variam de prédios para prédios, sendo alguns mais tolerantes do que outros. Evite problemas com os vizinhos e siga as orientações que forem dadas. Evite deixar seu cachorro solto nas dependências comuns e sempre leve consigo um saquinho coletor de cocô.

Contrate uma pet sitter

Se seu pet não se contenta apenas com passeios, conte com a ajuda de uma pet sitter que vá até a sua casa enquanto você trabalha para ocupar o tempo do seu pet e estimulá-lo a brincar de maneira saudável.

Oriente a profissional a iniciar com brincadeiras mais “animadas” assim que ela chegar, diminuindo a intensidade ao longo do tempo para que ele não seja deixado novamente sozinho em um momento de euforia.

Aposte no enriquecimento ambiental

Temos diversos tipos de enriquecimento ambiental que podem suprir as diferentes necessidades dos pets. De modo geral, estas técnicas visam trabalhar os sentidos, fazendo com que os cachorros tenham seus instintos trabalhados e, assim, fiquem mais satisfeitos e cansados.

Aproveite os finais de semana

Se seu tempo durante a semana é curto e seu pet não te vê o quanto gostaria, aproveite os finais de semana para levá-lo ao parque e/ ou para viajarem juntos. Hoje em dia, existem vários hotéis e pousadas pet friendly que certamente os receberão muito bem. Algumas possuem, inclusive, cronogramas pra lá de divertidos que que incluem os cães na rotina.

Trabalhe a socialização do seu cachorro

Independentemente da raça, todo cachorro deve ser socializado e isso precisa ser feito desde filhotinho. Encoraje seu cão a brincar com outros indivíduos da mesma espécie e jamais seja super protetor. Cachorros bem socializados reconhecem os sinais dos outros e sabem exatamente até onde podem ir.

Quer saber mais sobre a vida de cães em apartamento? Acesse nossas dicas de como criar um cachorro em apartamento.

Terrier brasileiro em apartamento

FONTE: PETLOVE

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.